A Videira Verdadeira (3): Permanecer para Glorificar

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O GUIA EM PDF.

ouvidos-atentos

Neste domingo, na nossa série “Podes Crer”, continuamos a minissérie “A Videira Verdadeira”. Na mensagem anterior, focamos no propósito de permanecer para frutificar (vv. 1-3); nesta última mensagem usamos o versículo 8 para entender que devemos permanecer para glorificar: “Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos”. Como sabemos de outros textos bíblicos, o propósito de Deus para a humanidade é exaltar Jesus Cristo (Deus Filho) para a glória de Deus Pai (Fp. 2.9-11). No texto de João 15, vemos que a glória de Deus é alcançada pelos discípulos darem muito fruto, e isso só é possível pelo permanecer em Cristo. Por isso respondemos duas perguntas a partir do texto:

O que significa “permanecer” em Cristo? Embora existam vários textos bíblicos (como as cartas de Paulo) que esclarecem esse conceito, nos concentramos nos princípios que achamos diretamente no texto do evangelho de João. Vimos que permanecer em Cristo está inseparavelmente ligado à Palavra (as palavras de Cristo, e a Bíblia como um todo). Não há como conhecer a Cristo (Rm 10.17), muito menos continuar a crescer em Cristo sem a Palavra. Por quê? Porque Jesus afirma que o permanecer é obedecer aos mandamentos dEle. Presume-se que para obecedê-los, precisaríamos conhecê-los; e sem a Palavra isso é impossível. Podemos afirmar, então, que permanecer em Cristo é demonstrarmos a união com Jesus por meio da obediência à Sua Palavra.

Qual é o fruto que Deus procura nos ramos? Observamos alguns exemplos concretos no texto de João e do Novo Testamento, mas podemos entender, de forma geral que fruto é caracterizado pelas atitudes e comportamentos que resultam da nossa união com Cristo, e demonstram a presença viva de Deus em nossa vida. Os exemplos que vimos, e que aplicaremos na próxima seção são evidências específicas da presença de Deus em nós, e Ele é glorificado quando nós as demonstramos.

coracoes-abertos

Se Deus é glorificado por darmos muito fruto, e esse fruto é produto natural da nossa união com Cristo (permanência na videira), convém lembrar que o fruto é produto (efeito) de estar em Cristo (causa), não é o meio pelo qual (causa) estamos ou permanecemos nEle (efeito).

No próprio texto de João 15, Jesus dá alguns frutos que manifestam a Sua presença em nossa vida.

Oração (João 15.7) Um resultado natural de estar em Cristo é demonstrar nossa completa dependência dEle por meio da oração ao Pai. O Pai promete conceder as orações que são coerentes com o caráter do Seu Filho. Você está em sintonia com o Filho? Como podemos estimular esse nível de alinhamento com o Seu caráter? Ele mesmo explica: as suas palavras precisam permanecer em nós.

Amor (João 15.9, 10) A marca do verdadeiro discípulo é o amor de Cristo, demonstrado uns pelos outros. Como o amor de Cristo se manifesta em sua vida? Como difere do amor ensinado pelo mundo?

Alegria (João 15.11) Tantas pessoas buscam a felicidade, mas quem a encontra? Jesus se ofereceu por nós para que nossa alegria fosse completa. Se não somos felizes, não é porque Ele é deficiente, mas porque nós ainda não aprendemos a viver na plenitude que Ele oferece.

No Novo Testamento Deus revelou outras manifestações do fruto na vida transformada pelo evangelho. Será que podemos apontar para esse fruto em nossa vida?

Arrependimento Genuíno (Lc 3.7-14)

Atitudes Espirituais (Gl 5.22, 23)

Comportamentos Santos (Fp 1.9-11) 

Louvor (Hb 13.15) 

Generosidade (Fp 4.14-17) 

Pessoas Levadas a Cristo (Rm 1.13) 

Justiça/Paz (Tg 3.17, 18)

maos-estendidas

Para cada item abaixo, leia o texto relacionado, e considere as evidências de fruto em sua vida. Esse fruto é evidente para as pessoas à sua volta? É produto da sua união com Cristo, ou tentativas fracas de produzir fruto sozinho para impressionar o Agricultor?

Oração (Jo 15.7)

Amor (Jo 15.9, 10)

Alegria (Jo 15.11)

Arrependimento Genuíno (Lc 3.7-14)

Atitudes Espirituais (Gl 5.22, 23)

Comportamentos Santos (Fp 1.9-11)

Louvor (Hb 13.15)

Generosidade (Fp 4.14-17)

Pessoas Levadas a Cristo (Rm 1.13)

Justiça/Paz (Tg 3.17, 18)

Que evidência você tem de “poda” na sua vida? Jesus disse que se produzirmos fruto, o Agricultor nos “limpará” (podará) para que produzamos mais fruto, muito fruto. Você está aproveitando o sofrimento para amadurecer (Tg 1.2-8)?

mentes-ocupadas

Dia 1

João 15.1-11

Dia 2

João 8.30-47

Dia 3

Gálatas 5.16-26

Dia 4

Filipenses 1.1-11

Dia 5

Hebreus 13.1-25

Dia 6

Filipenses 4.10-19

Dia 7

Tiago 3.1-18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *