Abri! Colossenses (4): Cristo e o Lar Cristão

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O GUIA EM PDF.

ouvidos-atentos

Neste domingo continuamos a minissérie da nossa nova tradição IBABI: estudar um livro inteiro no quarto mês do ano, o mês de Abriu? Nessa quarta mensagem, estudamos sobre impacto do evangelho no lar cristão.

O texto de Cl 3.18-4.1 (e seu texto paralelo em Ef 5.22-6.9) é um texto de grande impacto na dinâmica do lar. Quando consideramos o pano de fundo histórico da carta, e como se estruturavam os lares dos mundos grego e romano, podemos entender que aquilo que Paulo escreveu não era apenas diferente, era revolucionário. No lar romano do primeiro século o marido não era meramente uma figura patriarcal, ele era o senhor do lar. Ele mandava com autoridade absoluta e respaldo jurídico sobre a casa, com literalmente o poder de vida ou morte em suas mãos. Neste meio, Paulo, sob a inspiração do Espírito Santo, apresentou uma nova visão de família, uma onde o Senhor absoluto era Jesus Cristo, Aquele que morreu e ressuscitou para resgatar o Seu plano original para a família.

Paulo incluiu uma mensagem para cada membro do lar: esposas devem se submeter aos seus maridos, que, por sua vez, devem amar suas esposas; filhos devem obedecer os seus pais e pais devem criar os seus filhos de tal forma que não leve os filhos à ira; escravos devem servir os seus senhores como servindo ao Senhor e senhores devem tratar bem os seus escravos, porque compartilham o mesmo Senhor (Percebeu um padrão na ordem das suas instruções?). Para a nossa ótica do século XXI, esses mandamentos continuam sendo revolucionários. O movimento feminista, o pensamento sobre a criação e educação de filhos, a ideologia de gênero, os movimentos trabalhistas, entre outras linhas de pensamento, têm alterado a aparência da família brasileira da atualidade. A visão divina em Cristo do lar continua inalterada. O que faz um texto como esse tão importante e impressionante é que mesmo que a família brasileira atual seja muito diferente da família romana da antiguidade, os princípios eternos da Palavra de Deus continuam sendo tão relevantes e revolucionários quanto no primeiro século.

coracoes-abertos

Vamos rever alguns ensinamentos bíblicos básicos acerca dos papéis de cada membro do lar cristão (A dinâmica escravo/senhor é aplicável ao relacionamento empregado/patrão). Vale a pena ler os textos referenciados para cada item.

Marido. Posição: cabeça, líder espiritual, provedor. Deveres: amar sua esposa (Ef 5.25-33; Cl 3.19), com conhecimento (sensibilidade) e mansidão (1 Pe 3.7).

Esposa. Posição: corpo (implícito), auxiliadora espiritual, administradora da casa. Deveres: submeter-se ao seu marido (Ef 5.22-24; Cl 3.18), fazer do lar um refúgio para a família e ensinar as mulheres mais jovens (Tt 2.4, 5).

Filhos. Devem escutar os seus pais (Pv 6.20-23), honrá-los (Ex 20.12; Ef 6.1-3), obedecê-los (Ef 6.1-3; Cl 3.20) e cuidar deles quando forem idosos (1 Tm 5.4, 8, 16).

Pais. Devem amar os seus filhos (Sl 127, 128; Tt 2.4), ensiná-los a obedecerem a Deus (Dt 6.4-9, Ef 6.4), e não devem irritar/levar à ira os seus filhos (Ef 6.4; Cl 3.21).

Escravos. Devem obedecer e servir aos seus senhores como ao Senhor (Ef 6.5-8; Cl 3.22-25) e aceitar a sua situação (1 Co 7.17-24).

Senhores. Devem fazer o que é direito e justo com seus servos (Cl 4.1), não ameaçá-los e tratar os cristãos como irmãos (Ef 6.9).

Como esses princípios diferem da visão contemporânea da família na sociedade? Como diferem dos valores do lar em que você foi criado? Como diferem dos valores do seu lar hoje?

Que passos práticos pode-se tomar para estimular o amor de Cristo em seu lar para aproximar-se mais e mais do retrato bíblico do lar cristão?

maos-estendidas

Guia de leitura do livro de Colossenses (assinale para cada leitura diária): 

☐ 1 ☐ 2 ☐ 3 ☐ 4 ☐ 5 ☐ 6 ☐ 7

O alvo da caminhada cristã não é atingir a perfeição nesta vida, e sim de desenvolver, pela cooperação com o Espírito Santo em sua vida, um crescimento diário que o leva, passo a passo, mais próximo à imagem de Cristo. Como vimos na semana passada no texto de 1 Jo 3.3, “Todo aquele que nele tem esta esperança [de ver Jesus face a face] purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro”.

Você tem a família perfeita? 

Se sua resposta for “sim”, está na hora de avaliar a sua honestidade. Nenhum de nós tem uma família perfeita, mas isso não impede que tenhamos famílias caminhando para a perfeição em Cristo. O primeiro passo é entender em que áreas a nossa família não reflete o caráter de Cristo. Aliste essas áreas em três categorias: o relacionamento conjugal, o relacionamento pais e filhos, e o relacionamento de trabalho (com aplicação também para o relacionamento de escola).

Você está rumo à perfeição?

Lembre-se de que essas áreas acima não são deficiências de Deus em sua vida. “Seu divino poder nos deu todas as coisas de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude” (2 Pe 1.3). Em outras palavras, temos acesso, por meio do pleno conhecimento de Deus em Sua Palavra, a tudo que precisamos para desenvolver um retrato bíblico de família. Aliste os princípios e verdades que você porá em prática para que sua família reflita mais e mais o amor e o caráter de Cristo.

mentes-ocupadas

Dia 1

O livro de Colossenses;

Pv 6.20-23

Dia 2

O livro de Colossenses;

Efésios 5.22-6.1

Dia 3

O livro de Colossenses;

Tito 2

Dia 4

O livro de Colossenses;

1 Pedro 3.1-7

Dia 5

O livro de Colossenses;

Salmo 127

Dia 6

O livro de Colossenses;

Salmo 128

Dia 7

O livro de Colossenses;

1 Coríntios 7.17-24

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *